Ciro Netto e Manuel – Cancela Essa Promessa

Ciro Netto e Manuel - Cancela Essa Promessa

Ciro Netto e Manuel – Cancela Essa Promessa

Letra:

Olha que coincidência te encontrar na rua
Mudou o cabelo e sorriso continua,
De ferrar com a sanidade alheia o meu Deus, parece que foi ontem que esse beijo era meu

Vou tentando disfarçar que recai de novo
Parece piada o meu destino e todo torto
Olha que bebi pra te falar tanta besteira
Te juro é serio não é brincadeira

Bem que eu tentei esse tempo todo
Não sentir saudades mas to aqui de novo
Eu sei que prometi não te procurar
Cancela essa promessa acabei de me lascar

Olha que coincidência te encontrar na rua
Mudou o cabelo e sorriso continua,
De ferrar com a sanidade alheia o meu Deus, parece que foi ontem que esse beijo era meu

Vou tentando disfarçar que recai de novo
Parece piada o meu destino e todo torto
Olha que bebi pra te falar tanta besteira
Te juro é serio não é brincadeira

Bem que eu tentei esse tempo todo
Não sentir saudades mas to aqui de novo
Eu sei que prometi não te procurar
Cancela essa promessa acabei de me lascar

Olha que coincidência te encontrar na rua
Mudou o cabelo e sorriso continua,
De ferrar com a sanidade alheia o meu Deus, parece que foi ontem que esse beijo era meu

Vou tentando disfarçar que recai de novo
Parece piada o meu destino e todo torto
Olha que bebi pra te falar tanta besteira
Te juro é serio não é brincadeira

Bem que eu tentei esse tempo todo
Não sentir saudades mas to aqui de novo
Eu sei que prometi não te procurar
Cancela essa promessa acabei de me lascar