Gil Mendes Part. Naiara Azevedo – Boqueira

Gil Mendes Part. Naiara Azevedo - Boqueira

Gil Mendes Part. Naiara Azevedo – Boqueira

Letra:

Seu cinismo me incomoda
Cê não merece um por cento do amor que eu te dei
Traz a conta parcial, garçom
Que a cota de perdão
Desse mocin cabou de vez

Se eu soubesse
Que ele era um vira-lata
Nem teria encostado
Meu corpo no seu
Caminhãozin de lixo que passa na rua
É mais limpinho do que você

Ô garçon bote um modão
E uma pinga pra eu tomar
Que eu não quero nem saber
Quem esse traste vai beijar
O meu desejo é que ele
Pegue uma boqueira
E que a rapariga não seja enfermeira

E que ele sofra a semana inteira