Iury Flores Part. João Neto e Frederico – Rosas Amarelas

Iury Flores Part. João Neto e Frederico - Rosas Amarelas

Iury Flores Part. João Neto e Frederico – Rosas Amarelas

Letra:

Eu fiz de tudo pra esquecer
Até sair de casa às 9 da manhã
No primeiro sinaleiro que eu parei
O nome dela, no outdoor de longe, eu avistei

Pensei comigo, era só coincidência
Até parar no posto, na conveniência
A boca secou naquele instante..
Eu vi seu nome na lata de refrigerante

Foi um sinal…

Eu que queria tanto terminar com ela
Já tô aqui comprando rosas amarelas
E se quer saber o fim dessa novela
Eu de terno, ela de branco
Entrando na capela…

Eu fiz de tudo pra esquecer
Até sair de casa às 9 da manhã
No primeiro sinaleiro que eu parei
O nome dela, no outdoor de longe, eu avistei

Pensei comigo, era só coincidência
Até parar no posto, na conveniência
A boca secou naquele instante..
Eu vi seu nome na lata de refrigerante

Foi um sinal…

Eu que queria tanto terminar com ela
Já tô aqui comprando rosas amarelas
E se quer saber o fim dessa novela
Eu de terno, ela de branco
Entrando na capela…

Eu fiz de tudo pra esquecer
Até sair de casa às 9 da manhã
No primeiro sinaleiro que eu parei
O nome dela, no outdoor de longe, eu avistei

Pensei comigo, era só coincidência
Até parar no posto, na conveniência
A boca secou naquele instante..
Eu vi seu nome na lata de refrigerante

Foi um sinal…

Eu que queria tanto terminar com ela
Já tô aqui comprando rosas amarelas
E se quer saber o fim dessa novela
Eu de terno, ela de branco
Entrando na capela…

Eu fiz de tudo pra esquecer
Até sair de casa às 9 da manhã
No primeiro sinaleiro que eu parei
O nome dela, no outdoor de longe, eu avistei

Pensei comigo, era só coincidência
Até parar no posto, na conveniência…