Juliano Cezar – Velho Jack

Juliano Cezar - Velho Jack

Juliano Cezar – Velho Jack

Letra:

Sempre comentou e criticou o meu estilo de vida
Falou do meu violão e insistiu que eu trocasse a bebida
De chapéu em suas festas com vergonha você nem me levou
O bom e Velho Jack ao contrário nunca me abandonou

Não vou deixar de ser Cowboy
Nem vou tirar o meu chapéu
Com Jack Daniel’s na veia se esquece morena como me conheceu
Não vou largar o velho Jack
Meu violão não sai daqui
Morena é isso por hoje vou ver um amigo de longe Jack do Tennessee

Sempre comentou e criticou o meu estilo de vida
Falou do meu violão e insistiu que eu trocasse a bebida
De chapéu em suas festas com vergonha você nem me levou
O bom e Velho Jack ao contrário nunca me abandonou

Não vou deixar de ser Cowboy
Nem vou tirar o meu chapéu
Com Jack Daniel’s na veia se esquece morena como me conheceu
Não vou largar o velho Jack
Meu violão não sai daqui
Morena é isso por hoje vou ver um amigo de longe Jack do Tennessee
Sempre comentou e criticou o meu estilo de vida
Falou do meu violão e insistiu que eu trocasse a bebida
De chapéu em suas festas com vergonha você nem me levou
O bom e Velho Jack ao contrário nunca me abandonou

Não vou deixar de ser Cowboy
Nem vou tirar o meu chapéu
Com Jack Daniel’s na veia se esquece morena como me conheceu
Não vou largar o velho Jack
Meu violão não sai daqui
Morena é isso por hoje vou ver um amigo de longe Jack do Tennessee