Bruno e Barretto – Quadrilha Das Top

Bruno e Barretto - Quadrilha Das Top

Bruno e Barretto – Quadrilha Das Top

Letra:

Dez hora no relógio, perigo se formou
Uma ligou pra outra, sujou, sujou, sujou
Se encontram no postinho, pra começar o esquenta
Quando chegam na balada, a pegada é violenta
Sainha de três dedos, jogadinha no cabelo
Andam de uniforme, ah… da até medo
Ela quer de camarote, não depende de ninguém
Ela seleciona, quer entrar vai se dar bem
E quando se “ajuntam”, vira quadrilha das top
Que por onde passam, a galera entra em choque
Não tão de brincadeira, o objetivo é dominar
E a única missão é só curtir, não se apegar

Dez hora no relógio, perigo se formou
Uma ligou pra outra, sujou, sujou, sujou
Se encontram no postinho, pra começar o esquenta
Quando chegam na balada, a pegada é violenta
Sainha de três dedos, jogadinha no cabelo
Andam de uniforme, ah… da até medo
Ela quer de camarote, não depende de ninguém
Ela seleciona, quer entrar vai se dar bem
E quando se “ajuntam”, vira quadrilha das top
Que por onde passam, a galera entra em choque
Não tão de brincadeira, o objetivo é dominar
E a única missão é só curtir, não se apegar

Dez hora no relógio, perigo se formou
Uma ligou pra outra, sujou, sujou, sujou
Se encontram no postinho, pra começar o esquenta
Quando chegam na balada, a pegada é violenta
Sainha de três dedos, jogadinha no cabelo
Andam de uniforme, ah… da até medo
Ela quer de camarote, não depende de ninguém
Ela seleciona, quer entrar vai se dar bem
E quando se “ajuntam”, vira quadrilha das top
Que por onde passam, a galera entra em choque
Não tão de brincadeira, o objetivo é dominar
E a única missão é só curtir, não se apegar